Please reload

Posts Recentes

VENDEDOR – A MELHOR PROFISSÃO DO PLANETA!

April 18, 2017

1/1
Please reload

Posts Em Destaque

Mudanças - Como lidar com elas e quando é a hora de você mudar

May 2, 2017

 

 

 

 

Desde a criação do mundo as mudanças são um fator intensamente presente em nossas vidas. Elas acontecem com e sem o nosso consentimento. Pois há mudanças que dependem de fatores externos e outras que dependem de nós mesmos. Quando elas dependem de algo externo, é fundamental avaliar como se portar; já quando dependem especificamente de nossas decisões, basta analisar, planejar, decidir e mudar.

No Artigo abaixo falaremos sobre dois tipos de mudança: A mudança no ambiente de trabalho e a mudança de atitude.

Boa leitura..... E lembre-se: “Alegria é Vida”!

 

Mudança no ambiente de trabalho - Esse tipo de mudança ocorre, quando sua empresa: muda de estratégia, de política salarial, de modelo de gestão, de gestor, passa por um processo de fusão ou mesmo é vendida....

Nesse caso, é fundamental que antes de julgar e ficar se norteando pelo que a “rádio peão” diz, você avalie o real motivo pelo qual a mudança está ocorrendo.

Aqui algumas perguntas que você pode se fazer sobre o que aconteceu:

 

1º - Será que o dono ou os acionistas da empresa em que você trabalha mudariam algo que fosse prejudicar a empresa?

2º - Em caso de estar em dúvida, você já conversou pessoalmente com a pessoa que está propondo a mudança e tentou entender o real motivo pelo qual ela está acontecendo?

3º - Essa mudança tem o objetivo de melhorar alguma coisa na empresa?

4º - Você tem voz ativa para contribuir com a mudança de forma positiva?

5º - Em caso de não concordar, como você sabe que a mudança proposta não dará certo?

6º - Se você for contra, e não tiver falado com a pessoa que decide sobre o assunto (2ª pergunta), que benefício você trará ao sair reclamando e falando mal para seus outros colegas de trabalho?

7º - Se a mudança ferir seus princípios e coisas nas quais você realmente acredita, será que vale a pena permanecer na empresa?

8º - Caso decida sair, você está preparado para isso agora?

9º - Se estiver, você está disposto a correr o risco de encontrar outra empresa, que também terá seus problemas? E a começar tudo novamente?

10º - O que é melhor pra você nesse momento: Adaptar-se a mudança ou mudar de empresa?

 

No início de minha carreira, como ainda era imaturo e não tinha uma visão mais abrangente, julguei, reclamei junto aos colegas e fiz tudo o que a maioria faz quando havia alguma mudança. Ao longo da minha vida profissional, fui aprendendo que sempre há uma intenção positiva na mudança e que se ao invés de ficarmos presos no que nós seremos individualmente prejudicados, nós enxergarmos o benefício para a empresa como um todo, normalmente veremos que aquela atitude foi necessária, por mais que alguns acabem sendo prejudicados em algumas situações.

 

Mudança de atitude

No mundo ao seu redor há inúmeras coisas sobre as quais você não tem poder nenhum para mudar, e várias delas estão ligadas ao comportamento das outras pessoas, sendo assim, por que você fica nervoso com coisas como: uma fechada no trânsito, um insulto de alguém, um chefe mal humorado e bruto, a maldade de algumas pessoas, um colega que fala mal de você?

Porque você é um ser humano e tem seu temperamento, que muitas vezes é enérgico. E isso é natural.

 

Agora.... será que vale a pena ficar irritado, nervoso, xingar, chutar, brigar?

 

O que você vai ganhar com isso? Além do stress é claro...

 

Será que as pessoas que te incomodam são tão importantes assim pra você?

 

Imagine então, se ao invés de reagir imediatamente, você, após uma situação de conflito possa: parar, pensar e decidir reagir com brandura e Amor...... O que teria acontecido em várias situações das quais você certamente se arrepende da reação que teve?

 

A maioria das situações onde reagimos por impulso causa grandes transtornos. Basta se lembrar de algumas discussões que teve em sua vida que terá certeza disso.

Então, se não conseguimos mudar o modo de outras pessoas agirem, podemos sim, mudar nossa atitude em relação ao que acontece.

Por exemplo: Por quê ao invés de xingar um motorista que lhe fechou no trânsito, você não olha pra ele e dá um sorriso e um sinal positivo? No máximo ele vai achar que você é louco e você vai dar risada disso depois....

 

E em tantas outras situações, que a maneira com que reagimos vai determinar o desenrolar dos acontecimentos dali para diante, pense e tente reagir diferente.

 

No início, será difícil, e tenha paciência com você mesmo, pois não conseguimos mudar uma chave e alterar nosso comportamento e nossas atitudes de uma hora para outra. Mas ao longo do tempo, verá como isso fará com que você se magoe e magoe menos os outros,  será uma pessoa muito mais feliz e deixará as pessoas ao seu redor melhores também.

 

Fortaleza, 02/05/2017.

 

Fabio Liber

LiberCoach

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Arquivo